25.4.07

Passa o tempo fica o sentimento...




Enquanto pequeno fui criado através de um "molde" que me ensinou a gostar e a defender até não ter mais forças ou argumentos aquilo que, de certo modo, me pertence. Numa família de braguistas ensinaram-me a defender as cores do meu clube não só quando ele ganha. Mostraram-me que me devia sentir orgulhoso por ser adepto de um clube que mesmo não ganhando muito, me alegrava o coração só em vê-lo jogar. Na escola primária era olhado com espanto quando alguém me perguntava "De que clube és?", e eu orgulhoso respondia "Do Braga.", a pergunta seguinte, todos aqueles que como eu começaram de cedo a gostar, defender e apoiar em qualquer circunstância o que lhes pertence e não o que ganha mais, consegue adivinhar, "E que mais?". Parecia uma obrigatoriedade ser de um clube que já tivesse sido campeão. "Mais nenhum." respondia eu. Na maioria das vezes mesmo sem lhes perguntar acabavam por me dizer "Eu sou do X... mas também gosto do Braga...". Não compreendia o porquê de dizer que tinha outro clube, e sentia-me triste, triste por ficar com a sensação de que o meu clube tinha poucos adeptos verdadeiros.
Era raro na altura ver alguém a jogar á bola na rua com a camisola do Braga, mas eu jogava e vestia-a sempre que podia, mostrava o meu cartão de sócio e o meu cachecol a toda a gente, e sentia-me orgulhoso pelo que fazia, por mostrar a todos o meu braguismo... Sentia-me a criança mais feliz do mundo por domingo sim domingo não ir até ao 1º de Maio e exibir o meu cartão de sócio apenas por satisfação (pois não era necessário para entrar com aquela idade) a quem controlava a entrada.
Os anos foram passando, eu fui crescendo, as conversas foram mudando mas as perguntas e as respostas continuavam as mesmas, apenas os comentários dos outros consoante o resultado do jogo mudavam e algumas perguntas começavam a vaguear na minha cabeça. Sempre que o Braga fazia um bom resultado falavam comigo e referiam-se ao "nosso Braguinha", quando os resultados não agradavam abordavam-me referindo-se ao "teu Braga". Perdia a cabeça com isto, sentia a raiva correr-me nas veias como se de sangue se tratasse. Como era possível alguém se aproveitar do resultado de um clube e tirar sempre satisfação fosse qual fosse o resultado... Não havia sentimento verdadeiro, não havia sofrimento... Eram anos em que o Braga vivia de altos e baixos, em que se lutava uma época para ir á UEFA e na seguinte para não descer de divisão. Nestes anos conseguia-se distinguir perfeitamente, o Braguista sofredor e verdadeiro do "falsificado e oportunista". Sentia-me feliz por, embora sermos poucos Braguistas verdadeiros, não sermos confundidos com os que simplesmente iam á bola ou mesmo sem ir discutiam como se fossem...
Passaram mais alguns invernos, e eis que num verão se realiza um Campeonato Europeu que veio mudar muita coisa e apaixonar mais pessoas pelo futebol... Coincidência ou não, foi um ponto de viragem para o Braga, tornou-se um clube mais estável e mais forte, tornou-se num "Braga Europeu". Muitos, arrastados pela onda vitoriosa do clube da sua terra, decidiram segui-lo de mais perto, e esquecer um pouco o clube que até então os prendia á televisão, e começaram-se a auto-intitular Braguistas... Começaram a ir ao estádio, aos treinos, a comentar fóruns na internet afirmando sempre que o Braga sempre foi a paixão deles. Agora quando lhes perguntam o clube dizem "Do Braga" mas lá acabam por confessar, a custo "simpatizo por o X"... Apesar de se ter criado uma nova geração de verdadeiros Braguistas, são muitos os que se tornaram Braguistas falsificados e oportunistas, mas estes são agora mais difíceis de distinguir...
Época 2006/2007. Após uma série de épocas espectaculares, as melhores de sempre, vem uma época com alguma quebra, fica-se uns furos abaixo do esperado. O que acontece? Os Braguistas falsificados e oportunistas criticam tudo o que podem, presidente, treinadores, jogadores, horários de jogos e treinos, equipamentos utilizados, métodos de treino e tudo o que se possa imaginar, preferem assobiar em vez de dar apoio... Pois eles querem sempre mais para matar a sua fome... Na minha opinião, o verdadeiro Braguista, aquele que sofre, vê esta época como uma época menos boa (ou talvez não) que as anteriores mas mesmo assim de sonho, ½ da Taça de Portugal, mais jogos de sempre efectuados na Taça UEFA e um lugar na classificação que a 4 jornadas do fim nos permite sonhar e depender apenas dos nossos resultados para participar na próxima edição da Taça UEFA... O único sentimento de revolta deste Braguista é saber que está a ser confundido com alguém que não é capaz de sacrificar uma unha que seja pelo clube que diz ser adepto... Lembro aqui todos aqueles que, independentemente do resultado, ficam no seu lugar até o arbitro apitar pela ultima vez, todos aqueles que aplaudem quando a equipa perde, todos aqueles que foram esperar a equipa ao aeroporto no fim de um jogo para a Taça UEFA, não só quando ganhou mas também quando perdeu, lembro alguém que apesar de ser sócio preferiu comprar um bilhete de público do que ir embora porque a espera iria ser demorada para tirar bilhete de sócio e iria perder o principio do jogo, todos aqueles que lutam, assim, pela verdade e genuinidade clubistica. É por tudo isto que, olhando para trás e vendo-me naquela criança sinto um enorme orgulho e agradeço a que me ensinou a ser assim...

4 comentários:

Sócio nº 6960 disse...

Excelente texto!
Espero que não te importes, mas retirei o teu texto para postar no meu blog... Acima de tudo Orgulho em ser Bracarense!!

Abraço Bracarense

Anónimo disse...

Parabens pelo texto!!!

Força braga

Nxiza7 disse...

Bonito...
Um discurso muito pessoal e apaixonado, como sempre..
E tens toda a razão, tambem como sempre!! :)
xxx

Lipinha_scb disse...

Oi
Pois e,dizes muitas verdades no texto e por culpa de muita gente como a que tu mencionas no texto,deixei de postar num forum no qual ja era habitual frequentadora...Nao deixei de o fazer por achar que nao tinha argumentos para certos temas mas acho que nao vale a pena gastar o tempo e as teclas com essas pessoas que se lembram que o Braga existe so nas vitorias ou que so é do Braga porque esta na moda.
Revolta-me quando joga algum clube dos ditos grandes contra o Braga e as pessoas que andam a fazer-se passar por bracarenses durante o resto da epoca,nesse jogo sao da outra equipa.
Na minha opiniao,ou se é do Braga de alma e coraçao ou entao mais vale dizer que é de outro clube,porque nos braguistas,podemos ser poucos mas mostramos sempre o amor incondicional pelo clube,faça chuva ou faça sol,estamos la...Deixamos de comprar certas coisas para poupar o dinheiro e depois ir ver os jogos do Braga...
As outras equipas podem ter adeptos bi-clubistas e ninguem se importar com isso mas como o Braga e diferente em muitas coisas,devia se-lo tambem nesse ponto...Espero que a mentalidade das pessoas continue a mudar mas de preferencia para melhor
Beijinhos