23.4.08

Para ler e reler do avesso


Faço parte de uma geração perdida
E recuso-me a acreditar que
Posso mudar o Mundo
Acredito que isto possa chocar mas
“A felicidade vem de dentro”
É uma mentira, e
“O dinheiro traz felicidade”
Por isso em 30 anos vou dizer aos meus filhos
Não são o mais importante na minha vida
Os meus patrões saberão que tenho prioridades definidas porque
É mais importante o trabalho não
A família
Digo-vos
Por vezes
As famílias reúnem-se
Mas não será assim na minha era
É uma sociedade sem sentimentos
Os entendidos dizem-me
Daqui a 30 anos vou celebrar o 10º aniversário do divorcio
Não me convenço que
Viverei num pais criado por mim
No futuro
Destruição ambiental será a norma
Nunca mais se poderá dizer que
Eu e os meus, preocupamo-nos com a Terra
Será evidente que
A minha geração será acomodada e doentia
É de doidos presumir que
Ainda existe esperança
E tudo isto será real a não ser que escolhamos revertê-lo

1 comentário:

Nxiza7 disse...

Está fantástico!
Se nao te importares, vou te pedir emprestado o poema e postar no meu blog com a devida referência, claro!
xxx