9.5.08

O último dia... o dia do desabafo


Tudo o que começa tem um fim, assim diz a lei da vida, como tal, sei que amanhã será um dia triste para mim, será o dia do fim! Não, não se trata do dia do meu fim, nem a minha fotografia irá figurar nas páginas da necrologia, é o dia do fim da época, do último jogo, da última emoção. Vou pela última vez colocar o cachecol no pescoço e mostrar orgulhosamente, por esta cidade que é minha, o símbolo que me enche de orgulho o ser. Nas últimas épocas a vida do Braga corria de vento em poupa, chamou à atenção do país, e todos os habitantes de Braga diziam nutrir no mínimo um carinho especial pelo clube da “terra”. Sabia bem ouvir isso apesar de saber que em grande maioria se trava de uma tremenda falsidade, pois esses que na altura se diziam adeptos ferrenhos do Braga, em outras ocasiões gritaram golos de clubes distantes daqui, chamavam-me louco, tolo, anormal, doente, e um sem fim de coisas por sentir que o Braga era o maior mesmo quando não se falava nele. Nesta época que, para mim morre amanhã, o Braga ficou aquém das expectativas, e esses falsos Braguistas voltaram à carga. Desligaram-se de tal maneira do clube que o carinho que diziam nutrir se voltou a transformar em fome de vencer de um outro clube fora da região. Durante os jogos que o Braga não ganhava toda gente me conhecia, todos me gozavam, todos se riam na minha cara, todos falavam para mim, se por outro lado o Braga ganhava nem tema de conversa tinham. Por tudo isso, e para todos esses que me massacraram ao longo destes últimos meses deixo o desabafo:
- A todos aqueles que deixaram de ir ao estádio e diziam que assim castigavam os jogadores pois não os apoiavam porque eles não mereciam, digo que sinceramente eu não consigo, faltei a alguns jogos esta época por estar a trabalhar, ouvi o relato e sofri tamanha dor que por vezes parecia não aguentar, se os jogadores não sentirem apoio, não têm motivação para jogar logo não ganham jogos e saem os adeptos castigados. Ser Braguista é castigar os jogadores do próprio clube?
- A todos aqueles que me chamaram de tolo, doido, maluco digo, um tolo, doido ou maluco é alguém que faz algo que não tem lógica ou totalmente fora do contexto, e agora pergunto, apoiar e defender incondicionalmente o clube da cidade que me viu nascer é algo ilógico? Se assim é eu adoro ser maluco, doido e tolo!
- A todos aqueles que me chamaram doente por continuar a apoiar o Braga digo, uma doença diminui física ou psicologicamente o doente debilitando-o, não me sinto como tal, mas se por ventura se referem ao aspecto que eu um dia aqui referi de que era “Braguista” por sofrer de uma doença genética e me culpam por tal estão a agir mal, caso contrário tentem culpar o diabético pelo simples facto de o ser…
- A todos aqueles que se acham superiores, porque apoiam clubes melhor classificados deixo um apelo em nome de todos os que, como eu, se sentiram massacrados ao longo da época, deixem-nos estar, porque façam o fizerem o nosso clube irá ser sempre o Sporting Clube de Braga, é este clube que vamos sempre apoiar e é por ele que iremos sempre lutar, e chegado o dia de triunfar, irá saber melhor do que todas as conquistas por vós alcançadas.
Serei Braguista até ao meu último dia…até ao dia do desabafo

2 comentários:

Andre Valente disse...

Eu já disse que não ia mais criticar o Braga...lol
Já agora, uma pergunta, o termo "Braguista" é correcto?
...
Já tens o blog ha 2 anos?!...
Já tens 3538 visitas?!...
fica bem
vlnt

Cidália Gonçalves disse...

Olá.
Não nós conhecemos, mas numa mera coincidência li este teu post e fizeste-me lembrar alguém que me é mto próximo q é adpeto incondicional plo braga, e msm numa época má não deixa de apoiar o clube e foi a tds os jogos da época.
Eu sou de cá de braga mas por mais q tente perceber o vosso amor plo clube, sou adepta de um dito clube de longe, tenho um carinho especial plo braga pois é o meu clube da minha cidade natal mas uma coisa q tento nao ser é aquilo q ainda acontece, falsa, pois apoio o braga mas não digo q é o meu clube de coração qd td corre bem na época, pois estaria a ser hipocrita.
Mas admiro-vos por serem assim, defendem sempre aquilo em q acreditam.
Bjox.