6.5.10

Desabafo de um louco


Chamaram-me louco! Louco por amar um clube, louco percorrer centenas de quilómetros para ver 90 minutos de um jogo de futebol, louco por sentir uma explosão no peito em vez de um coração a bater, louco por me abraçar ao desconhecido que no momento do festejo daquele golo foi meu irmão... Se amar é uma loucura, então sim eu sou um louco, mas sabem que mais? Tenho orgulho na minha loucura, porque chorei juntamente com alguns milhares no passado fim-de-semana, e não me senti só, senti-me rodeado de loucos! Loucos com o mesmo sangue vermelho de mangas brancas que nos corre nas veias e ferve a cada jogada, exulta de alegria com a magia espalhada a cada toque e explode qual bomba atómica a cada vez que bola beija a rede e me faz cerrar os punhos como se segurasse a vida. Ainda me arrepio todo só de imaginar o vídeo antes do jogo dedicado aos adeptos, com 20 mil almas a aplaudir um agradecimento pelos quilómetros feitos ao logo da época, ostentando orgulhosamente o símbolo que trazemos cravado no coração. Pensava eu que já chegava de emoções, puro engano, apita o árbitro para o final da partida, e festejava eu euforicamente algo que nem conseguia ter noção da dimensão, até que algo me fez parar, um hino mexeu comigo. Bem lá no meio o hino diz “Ils sont les meilleures, Sie sind die Besten, These are the champions!”, Um arrepio subiu-me a espinha e espalhou-se pelos braços e pela cabeça, não consigo precisar durante quanto tempo, mas sei que foi muito, sei que levei o cachecol enrolado junto da cara e tentei desligar do sentido do hino... Fui fraco e não consegui, tentei reter uma lágrima gorda, mas ela venceu a batalha e desceu cara abaixo, acabou por secar no cachecol... Que orgulho, que vontade de abraçar fortemente cada um daqueles heróis que continuam no relvado, que sede platónica de lhes dizer do fundo do coração um eterno e sentido “Obrigado por me terem feito sonhar”! Só quem nunca festejou uma permanência na divisão maior é que me chama louco, todos os outros sentem o mesmo que eu, uma paixão ardente por um símbolo, um orgulho num clube, num clube de guerreiros, num clube campeões... Continuo a ser louco? Não sou o único, somos milhares e sentimo-nos orgulhosos... Foi este o meu desabafo...


2 comentários:

Enalyis disse...

eu tambem sou um louco :')

pois tambem chorei.

Pezinhuh disse...

Nemec..

Continua a escrever o que realmente sentes..!

Sinto-me bem a ler os teus textos..

Parabéns!