27.11.11

Diário da Índia - Dia 9


Nem sempre é fácil levantar o animo, por isso, eu tento viver cada dia sem olhar ao dia anterior, começar tudo de novo, agarrar-me ao que de melhor tenho e tentar sorrir. Foi o que fiz hoje, apesar de tudo tentei esquecer as réstias de maus sentimentos que moravam em mim. Tive folga, a falta de mão de obra na fábrica obrigou-me a ficar por casa, e consegui umas longas horas de conversa com quem ficou por Portugal e me ajudou a acalmar e a sorrir. Apesar do dia praticamente passado dentro do quarto, senti-me como se tivesse dado meia volta ao mundo, me tivesse enroscado num cobertor quentinho com alguém muito especial, tivesse espalhado sorrisos por todo o lado e tivesse acabado o dia, aconchegado, a ver um pôr do sol qualquer junto ao mar. Soube muito bem, fez-me muito bem. Deu para descansar e animar, amanhã há mais… trabalho!

2 comentários:

Joana disse...

Apesar da distancia que nos separa, os pensamentos são os mesmos, os confortos são iguais. soube muito bem o dia de ontem amor, já falta pouco, daqui a nada já passou. Beijo enorme, Amo-te Rui...

Enalyis disse...

eu também! vamos fazer a depilaçao juntos ahahaha